sexta-feira, 25 de maio de 2018

Quando se revelam as cores dos pássaros.

Texto e fotografia,mz


Maio em exaltação quando se revelam as cores dos pássaros, a graça das poses e a delicadeza dos bicos que também aguilhoam. Um aguilhoar natural, sem as políticas do homem. São pássaros em sobrevivência. São pássaros. Como eles, apenas o seremos na poesia. São nossos bicos, as bocas que adoçam e que lançam o fel da guerra, nas palavras que delas saem. Somos homens, não somos pássaros.





10 comentários:

✿ chica disse...

Lindo de te ler e tudo aqui VER! bjs, chica e um ótimo fds!

David Gascoigne disse...

Unfortunately more and more birds are being added to the endangered species lists as we take away their habitat and pollute much of what is left.

Larissa Santos disse...

Tão bonito:))
Hoje:- Tocar-te-ei, sem limites, qualquer canção .

Bjos
Votos de uma óptima Sexta -Feira

Roselia Bezerra disse...

Boa tarde, querida!
Somos seres humanos e pena não sermos pássaros tão doces e com um cântico suave a ofertar a todos!
Muito boa comparação que faz e a imagem também é linda!
Você, em poucas palavras, colocou tanto dos lindos animaizinhos! Que lindeza!
Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
Bjm fraterno de paz e bem

Os olhares da Gracinha! disse...

Um texto bem curioso que merece ser lido e um olhar encantador!!!bj

As Mulheres 4estacoes disse...

Que imagem tão delicada e que casou muito bem com tuas palavras. As palavras nem sempre carregam a alegria que gostaríamos, mas façamos nós, a nossa parte.
Um abraço

manuela baptista disse...

e no entanto, em comum temos as penas

gostei desta exaltação de maio

um abraço, Mz

Pedro Coimbra disse...

A foto é fabulosa!!

Graça Pires disse...

"São pássaros. Como eles apenas o seremos na poesia"...
Tão belo o que escreveu e tão bela a fotografia.
Uma boa semana.
Um beijo.

Mar Arável disse...

Como nós em pleno voo