quinta-feira, 31 de maio de 2018

Legados que não têm preço, são heranças de amor.

Texto e fotografia,mz



As mini rosas e a máquina fotográfica vintage que agora estão comigo, têm aqui o propósito das recordações. E na mala grande, álbuns com a vida lá dentro: a salinha de estar com a jarra de rosinhas salmão por cima do naperon de crochet e a tia com os rolos no cabelo e a lata de laca sunsilk a armarem-lhe o cabelo todos os dias. Os casamentos de mesas corridas, os bolos brancos de noiva de andares quase até à lua; como eram grossas as alianças! Viagens à europa de roulotte, as minissaias, e fatos de banho com copas de espuma. O pai a tirar fotografias às estrangeiras de biquíni. Outras, com as golas altas e as gangas, calças de boca-de-sino, as gravatas grossas e sapatos de plataforma. A guerra fria nas conversas e os  piqueniques de salada russa, o eterno abre latas para  as latas de pêssego em calda. As poses e os sorrisos, e os ares carrancudos sem hipótese de repetição. Os cliques da máquina fotográfica e as revelações.
A máquina não tem rolo há anos, mas as roseiras encostadas aos muros prometem testemunhar ainda, muitas memórias de Maio. É uma herança de amor.


12 comentários:

Larissa Santos disse...

Heranças que valem a pena guardar para sempre :))


Hoje:- Olho o horizonte...Silêncio absoluto.

Bjos
Votos de uma óptima noite.

Os olhares da Gracinha! disse...

Um olhar lindo envolto em ternura e saudade!bj

David Gascoigne disse...

A great juxtaposition if images evoking memories of events past.

Rejane Tazza disse...

Verdadeiramente lindo e bem mostrado! Muito bom! bjs, chica

Pedro Coimbra disse...

Também tenho o hábito de guardar essas recordações.
São memórias que ficam.
Bjs, bfds

papoila disse...

Pareceu-me estar a ver um filme de Almodovar!!!
Beijinhos

Graça Pires disse...

Fantástica a forma como descreve estas memórias. Também são memórias minhas. Achei lindíssimo.
Uma boa semana.
Um beijo.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Um resultado de uma muito bonita imagem!
Boa semana.

Olhar d'Ouro - bLoG
Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

PAULO TAMBURRO. disse...


MZ,

sejam recordações vintage ou mais atuais, quando nos falaram ao sentimento e colocaram nossas sensibilidades à flor da pele , merecem sempre mesmo ser enaltecidas hoje!
Lá no nosso blog FALANDO SERIO desta semana publiquei: OS DOENTES VESTEM LONDRES.
É polêmico e acho que vai gostar.
Um abração carioca.

Ricardo Santos disse...

Recordações, não vivemos sem elas. Essas tuas são muito carinhosas para com o teu Pai !

mz disse...

A encerrar o mês de Abril com esta memórias que também vos tocou!
Obrigada pelo carinho.
Beijinhos.

Agostinho disse...

Tenho uma igual, MZ.
Fazendo as contas, talvez há quarenta.
Guardada. Apesar de pretendentes a quererem namorar. É-me querida apesar da idade e dos tempos.
Quantas memórias guardadas. Tal e qual.
Belo trecho.
Bj.