terça-feira, 22 de maio de 2018

No regresso a casa

 
Texto e fotografia,mz


No regresso, parece que tudo cresceu imenso. Tudo está maior. Cresce também a sensação da dúvida. Será só para mim, ou também para quem planta coisas em qualquer lado, nem que seja num pote insignificante; um garrafão reciclado onde crescem morangueiros? Nesta ilusão, do crescimento agigantado, as malas ainda estão no canto do quarto por desmanchar desde o dia em que chegámos. Está tudo guardado e assim pode ficar até que mate saudades das flores e do quintal das laranjeiras, onde me sento com caderno e caneta e decido aumentar ainda mais o que vejo. A serra ficou lá longe onde guarda as cascatas, as montanhas agrestes e o verde que em breve desmaiará.



8 comentários:

Maria Eu disse...

Lindas, as fotos e lindo o que nelas se vê!

Beijinhos, mz :)

✿ chica disse...

Tudo tão lindo...Agora ainda bem tudo registrado lindamente pra sempre poder ver e rever! beijos, chica

Os olhares da Gracinha! disse...

E para lembrar trouxe estes maravilhosos ... OLHARES FLORIDOS!
bj

Pedro Coimbra disse...

É o Verão que se aproxima cheio de cor.

Larissa Santos disse...

Eram as saudades :)) Muito bom :))

Hoje:- Amor eterno: O meu alimento.

Bjos
Votos de uma óptima Quarta-Feira

PAULO TAMBURRO. disse...


Sou seu mais novo seguidor, deixando aqui o meu nick de uma chave na fechadura, para caso necessário, ela possa servir abrindo todas as portas da felicidade da sua vida!

Cheguei até você através do excepcional blog do JAIME PORTELA, RIO SEM MARGENS.

Gostaria que, se possível, pudesse visitar meu blog FALANDO SÉRIO, no qual esta semana publico :RECADO PARA ADRIANA.

Ficaria honrado com seu comentário e estarei sempre por aqui.

Um abração deste outro lado do oceano, um abração carioca!

Jaime Portela disse...

Há coisas que mudam na nossa ausência...
Parabéns pelas fotos, são belíssimas.
Continuação de boa semana, amiga MZ.
Beijo.

mz disse...

Obrigada pela visita de todos vocês!
Deixo-vos um grande abraço.
Beijinhos.