sexta-feira, 18 de agosto de 2017

O voo da Cegonha

 Texto e fotografia,Mz



Os arrozais estão assim em Agosto.
Espigados, de bago verde quase a amadurecer e antes que a paisagem se altere, o bago amadureça, chegue a ceifa e tudo se torne, palha, pastel, caramelo, verde seco e laranjas suaves,  eternizar o voo da Cegonha nesta frescura paradisíaca é obrigatório. Depois, no mesmo lugar, um olhar diferente e outros voos maravilhosos.



14 comentários:

✿ chica disse...

Lindo cenário! Adorei as fotos! LINDAS! beijos, ótimo fds! chica

Nidja Andrade disse...

Paisagem maravilhosa. Belo e harmonioso texto. AbraçO

Mar Arável disse...

Tudo se move
Bj

Beatriz disse...

Cores maravilhosas a combinar com o voo da cegonha...!
Adoro tons pastéis nessa época!

Bjs

Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Ricardo Santos disse...

Bem conseguidas as fotos do levantar vôo da cegonha !

Pedro Coimbra disse...

As fotos estão um espanto!
Bjs, boa semana

Elisabete disse...

Umas fotos encantadoras.
Bjs

Laura Ferreira disse...

lindo!

Briseis disse...

Posso saber onde é que, neste país fustigado pelo calor e a seca, se avistam verdes saudáveis como esses? =) aqui pelo Douro as vindimas estão a começar cedo, porque o calor tosta tudo, o verde vai secando...

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, belas fotos do voo da cegonha que aproveita para se alimentar e transportar alimentos para o seu ninho, a cegonha é uma ave bela com grande técnica de voo.
Continuação de boa semana,
AG

Graça Pires disse...

Gosto da forma como descreves os arrozais. E as fotografias estão fantásticas.
Um beijo.

Sandra disse...

Lindas fotos e lindo cenário! Bj

mz disse...


A Briseis fez uma pergunta à qual eu respondo com muito gosto. Os arrozais ainda estão verdes porque é essa a sua condição até amadurecerem.A sua plantação em Portugal estende-se pelos Vales do Mondego, Tejo e Sorraia. São lugares pantanosos em que a água é fundamental, obedece a uma plantação com alguma estratégia formando rectângulos de poças de água e represas, daí este verde tão intenso mesmo no Verão.Sem água e sem calor não cresceria :)

Muito obrigada a todos.
Beijinhos

Agostinho disse...

O Mondego por perto vai minguando?
A beleza das terras rasas.
Bj.