sábado, 22 de março de 2014

Uma encomenda e um vaso de flores




Numa ânsia de também fazer do mais antigo o seu futuro, apareceu atarefada e corada. No conjunto branco da sua jaleca, um açafate cor de palha de braço dado com ela. Jovem e alegre, com o mesmo ar do seu restaurante estendeu-me a encomenda. Pacotinhos transparentes de biscoitos caseiros de guarnição variada. Na transparência das embalagens como se não existisse matéria entre o invólucro e as guloseimas insinuava-se o conteúdo, paladar fino e estaladiço. Cresceu-me água na boca. Meia dúzia de pequenos frascos com compota de laranja que eu tanto lhe pedira que me fizesse. Fresca, doce e ligeiramente amarga, ideal para os dias quentes que hão-de vir. O que me surpreendeu foram as flores. Um aglomerado azul como uma pequena nuvem pintada por uma criança. Miosótis. Um spray de primavera antiga num vaso que irá espalhar sementes. 

E diz-me na esperança de se multiplicarem estes azuis que muitos já esqueceram e outros que nem sabem da existência de tal delicadeza; todas as encomendas levam uma oferta.

E sorri de satisfação.
mz


Imagem: fotografia do blogue
Disparos à Toa 

14 comentários:

✿ chica disse...

Lindo,lindo,lindo!!! abraços,chica

Carolina Tavares disse...

Que coisa linda! Bom que seja assim. Preciosidades.

Beijos e um bom fim de semana.

Laura Santos disse...

Sortuda! Compotas de laranja com um ligeiro sabor a amargo, e flores...
Um texto saborosíssimo, com o laranja das compotas e o azul dos miosótis.
A Primavera está docemente a começar...:-)
xx

Mz disse...

Chica, como sempre muito generosa nos seus comentários. Obrigada pela simpatia.

Um abraço para si também.

Mz disse...

Miosótis e receitas antigas são mesmo preciosidades.

Beijos e resto de bom fim de semana para ti Carolina.

Mz disse...

Laura, e que gostoso é para a vista e para o paladar. As cores são lindas.

A compota de laranja é tão nossa e tão antiga que quando a história nos diz que a comotiva de D. Catarina de Bragança levou para Inglaterra este doce de laranja preparado na região de Vila Viçosa e que a partir daí passou a fazer parte da tradição inglesa até aos dias de hoje. Só temos de ter orgulho e valorizar o que é nosso.

Vincar bem a história é continuar a semear tradição.

xx

Mariavaicomasoutras disse...

Na doce amargura da compota a imagem fresca das flores que nos fazem sentir agradavelmente felizes...pela vida!

Mz disse...

Mariavaicomasoutras,
principalmente pela vida!

manuela baptista disse...

sorrio,

gosto de biscoitos de receita antiga e de doce de laranja amarga

um desejo, que ela venda tanto azul e ainda uma oferta

um abraço, Mz

Lilá(s) disse...

Nem acredito! miosótis e compota de laranja! logo duas coisas que eu adoro...SORTUDA!
Bjs

João Roque disse...

Quem merece, merece...

Mz disse...

Manuela,
o desejo é bom.
Que venda muito.

E que se divulguem as tradições.

Um abraço

Mz disse...

Lil(ás), eu sabia que era a tua cara :)

Bjs

Mz disse...

João, e merece!

Abç