terça-feira, 27 de abril de 2010

Vinho...


Eu sei, acontece-me sempre!

Por favor, se me querem ver sóbria, não me dêem vinho branco gelado ao almoço ou ao jantar ou a outra hora do dia...
Sou moderada nestas questões alcoólicas, mas, não sou perfeita e não corto a cepa.
Hoje, é a primeira vez que vos escrevo levemente embriagada.
Embriagada... acho que é uma palavra muito forte.
Que se lixe... que seja levemente embriagada.
Assim como se me faltasse o chão... quase gravidade zero...
A sensação é boa, mas preocupante.
Muito riso.
Língua solta... e não me responsabilizo com o que possa acontecer ainda hoje.
Acho que o melhor é apagar ‘levemente embriagada’ e escrever ‘estado de graça’ que achas?
Vá lá... ajuda-me!
É a primeira vez que escrevo assim...
Ai se tu me visses nas raras vezes em que isto me acontece!
Irias saber como sou verdadeiramente divertida, sem impasses, sem regras...


Por favor, não me dêem vinho branco gelado!


(imagem:Google)


Com carinho
Mz



20 comentários:

pinguim disse...

Por favor, escreve mais vezes "assim".
É tão refrescante...

MZ disse...

Ainda goza comigo, não é querido Pinguim?
bjo

papoila disse...

MZ,
Levemente embriagada...é um estado de "graça"!
Eu acho que devias usar e abusar dele...:)
É bom uma pessoa sentir-se solta e leve!!!
bjs

Gingerbread Girl disse...

he he... é pouco bom é!

E "estado de graça" é melhor não... a menos que estejas grávida. =|

MZ disse...

Ai Papoila,
acho que ontem não tinha chão debaixo dos meus pés... (risos)

MZ disse...

Ginger,
é bom é... é bom e refrescante!
MAs esse estado 'de graça' espero que não... mau... mau...

johnny disse...

Mulheres bêbadas é sempre bom, pelas mais variadas razões...

Inês disse...

Adorei a tua prosa, nota-se fresca, solta.
Que sensação de liberdade.

Beijinhos grandes

MZ disse...

Johnny,
essa palavra é muito feia, então...
Não vez que a minha prosa tem sempre um tom poético?

MZ disse...

Inês,
acho que foi do vinho gelado...

beijinhos

Rafeiro Perfumado disse...

Foi escrito às 23:03... sendo assim tens desculpa. É que isso de "hoje ser a primeira vez que escreves embriagada" leva a interpretações abusivas!

Beijoca!

MZ disse...

Pois leva, leva e tu és um abusador Rafeiro.
Já estás a imaginar coisas, não é?

Outra para ti.

El Matador disse...

O que faz falta é animar a malta.

MZ disse...

El Matador,
olha que essa frase é muito especial, é quase um hino da revolução.
Valeu!

Helga disse...

A alma necessita de se embriagar levemente de vez em quando. É tão bom e sabe tão bem. Confesso que foi uma sensação muito agradável e que me fez sorrir, imaginar o teu estado de graça. Também já tenho saudades de me deixar levar pelos prazeres moderados do álcool.

Beijinhos :)

MZ disse...

Dizes bem Helga, 'prazeres moderados' do álcool...
Ouviu menino Johnny?
Moderados!

(hoje estou mto bem disposta)
(risos)

beijinhos

Sara disse...

Eu nem sou grande amante de bebidas alcoólicas e já não me lembro quando é que foi a ultima vez que fiquei alcoólicamente animada mas este teu texto deixou-me inebriada de uma forma muito boa. Obrigado por isso mesmo. Bjs

MZ disse...

Só de vez em quando, Sara!

bjs

Olga disse...

Eu não devo beber espumante, porque ficarei deitada no sofá com as pernas a tremer e a rir-me feita doida de tudo e de nada. Podes alterar e colocar levemente alegre e bem disposta por termos ingerido refrigerante. Ficou muito giro o texto.

MZ disse...

Então Dona Olga, espumante, não é?
Desculpa, refrigerante... pois...