sábado, 1 de maio de 2010

Desejo...


Que culpa tenho eu se penso em ti ao deitar e ao levantar e noutras fases do dia como se fizesses parte da minha natureza?

Que culpa tem a distância que tantos dias nos têm separado como se fossemos Terra e Céu?
Raios!
Conto os dias em que passo os meus dedos pelo teu corpo desenhando círculos e curvas suaves arrepiando desejo na tua pele.
Quando, oportunamente, colo os meus lábios ao teu sorriso e paro em cada canto do teu corpo, desfio rezas de amor contado como se fosses um rosário de paixão.
Abraça-me.
Aperta-me.
Cresce dentro de mim...
Quero-te tanto!









Minha participação para FÁBRICA DE LETRAS  este mês de Maio com o tema ‘PAIXÃO’  




(fotografia de: Repica)



Com carinho
MZ







55 comentários:

johnny disse...

Nice.

Teresa disse...

A poesia do arrepio da paixão! Muito bonito!

F Nando disse...

Com esta musica em fundo sabe a sussuro...
Bjs

meldevespas disse...

As paixões vividas à distância incendiam o pensamento realmente.
Beijos

MZ disse...

johnny,
verdadeiramente sentido...

MZ disse...

É isso mesmo Teresa!
obg

MZ disse...

F Nando,
e quando nos sussurram no momento certo é... divino!

bjs

MZ disse...

MeldeVespas,
há vidas assim... a distância mantem acesa a paixão.

beijos

Chica disse...

Muito lindo!Inspiração total!abração,chica

Helga disse...

Faço meu o 'Ui...' do post anterior, pois senti um arrepio na espinha.

Beijinhos :)

El Matador disse...

Intenso sim senhora.

MZ disse...

Muito obrigada Chica.

(abração para ti também)

MZ disse...

A sério, Helga?
:)

MZ disse...

El Matador,
A paixão é sempre intensa.
Podia não a saber transmitir, mas se sentiste isso ainda bem.

Gingerbread Girl disse...

Muito intenso e no entanto... puro.

bj*

pinguim disse...

Sobre este tema é fácil fazer um texto; quem não esteve ou está apaixonad@?
E quando se descrevem sentimentos pessoais e verdadeiros, as coisas fluem...tão facilmente.

papoila disse...

Estou tão curiosa....
Nem sei se dá para responderes!
Isto é ficção ou é um queixume suave e subtil???
Desculpa, mas já não é a primeira vez que quando te leio pareces SÓ...
beijinhos

nuno disse...

palavras sentidas sem dúvida por quem escreveu e por quem agora as lê !

MZ disse...

Gingerbread Girl,
eu atrevo-me a dizer 'da alma'...

:)

MZ disse...

Pinguim,
este tema foi fácil...
Recordam-se paixões, o bom e o menos bom. Depois, organizamos as ideias e elabora-se um texto com um pouco de verdade e uma pitada de poesia.
Pronto!

MZ disse...

Papoila,
sempre só... quando escrevo!
(;

MZ disse...

Olha Papoila, só uma coisinha... uma pista:
eu na Terra e ele no Céu...
Capisce?
(;

MZ disse...

Nuno,
são momentos...
momentos de escrita e de vida.

papoila disse...

Compreendo! Ele no céu e tu nas nuvens :):):)

Lou Albergaria disse...

Infelizmente, MZ, perdi essa capacidade de olhar a paixão com esse idealismo todo.
Hoje sou muito mais realista... Ainda não descobri se foi uma perda ou um ganho...
Aguardo que a vida me surpreenda...

BJS!!!

MZ disse...

Papoilita, a profissão... a profissão!
:)

MZ disse...

Lou,
vai surpreender, decerteza que sim.

bjs

Lala disse...

Não me queria repetir, MZ, mas de facto está muito intenso... e belo. Li. Arrepiei-me. Voltei a ler. É muito bonito (e raro) que a paixão intensa assim perdura... para além da distância...

Adorei!

Beijinho**

Tulipa disse...

Muito bonito e intenso, MZ. Nestas coisas da paixão, não há culpa. Kiss

curvasdapalavra disse...

Certamente uma grande oração, um mantra... deslizar por cada linha do corpo desejado; tragar sua temperatura. Há muito que não amo com tanta alma, mas ainda há chão...

Lindo.
Inspirador.

Beijos.
Ricardo.

MZ disse...

Pois é Lala, a distância é tramada, nem sempre resulta.

um beijinho

MZ disse...

Tulipa,
ou se encaixa ou não.
Não há culpa.

Bjs

MZ disse...

Ricardo,
'...ainda há chão', engraçada essa expressão!
Muito obrigada pela sua apreciação.

bjs

caminhante disse...

se vivendo apaixonada, "não há longe nem distância"...

intenso. gostei muito...

beijinho

MZ disse...

Caminhante,
Richard Bach tem uma visão interessante da distância no livro " Não há Longe nem Distância"

"Poderão os quilómetros separar-nos dos nossos amigos?"

Fui buscar o livro :)

beijinho

Hévi ! disse...

Que bela poesia, nada melhor do que uma paixão.. Precisando de uma..
Leitora nova, parabéns!
Beijinhos

MZ disse...

Boa sorte Evi, vai conseguir!
obrigada
bjs

maria teresa disse...

O que li, foi uma bela declaração de AMOR!
Parabéns!
Abracinho

MZ disse...

Maria Teresa,
a paixão e o amor fundem-se e confundem-se tantas vezes, não concorda?

Obrigada.

johnny disse...

Esqueci-me de dizer que não gostei do fim à Xutos e pontapés :)

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Andei a ler alguns posts teus.
Voce é pessoa muito intensa, deu a perceber.
Cada frase, cada verso, cada linha.
Estando alegre pelo vinho gelado, ou não :)

Gosto disso.

Pessoas apaixonadas são cativantes.

MZ disse...

Olá Ana C.C.Quevedo
então mergulhou no meu mar, não foi?
Ahm... pois o vinho br. gelado... pecado meu!

Concordo.
bjs

MZ disse...

Johnny,
não tinha percebido a ideia, pois... tavez... agora que lembras isso.
MAs... 'quero-te tanto' é de todas as pessoas que expressam o seu querer muito, não concordas?
...

Sara disse...

Que linda declaração de amor

Aqui não existe culpa apenas sentimentos intensos que não se podem esconder apesar da distância.

Alguém disse um dia que as pessoas só morrem realmente quando deixamos de pensar nelas pelo que pelo que li, essa pessoa nunca será esquecida. Bjs

MZ disse...

Sara,
não... não existe culpa...são apenas vidas.
bjs

Melga disse...

Abraço-te.
Aperto-te.
Cresço dentro de ti...
Quero-te tanto...como tu!

A doçura da paixão!
Porque não!
A melodia dos dedos na sua construção,
O sentido do paladar no gesto de te beijar!
Como quem reza,
nas contas de um rosário,
descobrindo cada mistério...
porque mesmo no rosário
se interrompe o que é sério!

Lindo....
Bjinho*

MZ disse...

Palavras inspiram palavras...
Tomo-as como um belo presente!

Muito obrigada 'Melga'
Beijinhos

Olga disse...

Uma paixão de corpo e alma. Achei fantástico o texto, tão forte que durante a leitura até nos falta a respiração. Adorei, parabéns!

MZ disse...

Acho que algumas paixões tiram-nos mesmo a respiração :)

bjs

Lilá(s) disse...

Transmites muito bem o que te vai na alma, está fantástico1
Bjs

Mag disse...

Muito, muito forte, o tipo de escrita de que mais gosto.
Muito bom.

MZ disse...

Procuramos dentro de nós as emoções mais fortes.
bjs

MZ disse...

Muito obrigada Mag.

Pedrasnuas disse...

ESTÁ TUDO DITO...É O DESEJO A PULSAR...NAS MALHAS DA PAIXÃO...NOS CONTORNOS LASCIVOS...

BEIJO

MZ disse...

Está tudo dito mesmo; a paixão gera desejo e o desejo gera paixão...

Que bom ter-te novamente de regresso, Pedrasnuas!
Obg