sexta-feira, 9 de outubro de 2009

As "Outras"...


Hoje vou falar das outras...
Não daquelas que se encostam na sombra de uma parede,
ou na penumbra da luz fraca de um candeeiro de rua.
Nem mesmo daquelas que se iluminam nas esquinas com os néones dos reclames da cidade.
Hoje vou falar das outras,
das que não se escondem na noite...

As outras!

Hoje, vou falar daquelas que se expõem desesperadamente à luz do dia!
Das que se abrigam no tecto dos pinheiros,
protegendo-se do sol, da chuva ou do vento
E quando o dia é claro,
Iluminam-se de sol !
Deixam mostrar o decote
e as pernas que a saia exageradamente curta não esconde.
Mulher madura ou mulher menina,
mostram-se na sua vitrina de verde pinho
com aromas de resina e eucalipto.
Não sou indiferente ao que vejo pelas estradas de província!
Denunciam necessidades.
Esperam sempre alguém...
De pé ou sentadas
pernas cruzadas
Espelham vidas de cruz em corpos tatuados com a frase

“Estou aqui”





(Fotografia de:Deee)



com carinho
MZ



8 comentários:

Momentos disse...

O saber ver mais longe que o que os olhos nos mostram é apanágio dos bons e justos. Recusar a malvadez da figura proscrita de alguém que...apenas quer viver ou fazer viver.
beijo MZ e parabéns pelo post.

papoila disse...

Muito bonito.
Fala-se muito nelas quase como se existissem sózinhas... e ELES, que as procuram?
Acho que "umas" não existem sem os "outros" e portanto faço sempre questão que sejam ambos lembrados!
Vidas difíceis.
xx

Sara disse...

As outras... mulheres sofridas, incompreendidas, mal amadas... quem muitas vezes desdenham mas que gostariam de comprar... as que quem muitos procuram ter sem o laço da ternura...

Mulheres de carne e osso como todas nós mas, no entanto, as outras...

Bonito este teu texto. Parabéns Bjs

MZ disse...

Momentos,
só é cego quer não quer ver...
O resto, é uma aguarela de palavras sem condenar...

beijo

Papoila,
é verdade, o que os meus olhos viram naquele lugar, à um ano atrás era apenas floresta à beira da estrada! vidas e tempos difíceis, neste caso...
Elas tentam sobreviver e eles precisam de ter a certeza que estão vivos!

Xi


Sara,
existem tanto tipo de mulheres sofridas...

As "outras" é um termo de comparação entre as que se expõem durante a noite e as que se expõem durante o dia.

Bjs

Eliane Jany Barbanti disse...

Oi linda, voltando aos alimentos integrais do Fitness você tem razão, cada um tem seus limites.
Beijos.
Eliane

AnaMar (pseudónimo) disse...

As outras... numa solidão indesejada, na miséria acumulada, num sobreviver sem exister. ou ser.

(Continuo a defender os bordéis, casas de passe, seja que nome tenham...numa dignidade de saúde e higiene e segurança, para quem muitas vezes não escolhe esta "profissão(???)

Bj

O que elas estao lendo!? disse...

O dia de hoje é muito importante na vida das nossas criancas. Por isso mesmo temos algo bem especial. Passe por lá.

Abracos

Carla disse...

porque há em todas as "outras" um outro sentir. Um sentir de vazio cheio de nada
beijos e boa semana