sábado, 21 de março de 2020

Birdwatching (9) e a paciência do confinamento.


A observação de aves tem um lado solitário em que nos conectamos com a natureza e ficamos quietos. Depois do avistamento de uma espécie, os nossos passos são lentos, os movimentos suaves. Camuflamo-nos e esperamos. Pratica-se a paciência. Ficamos confinados. Queremos a melhor captura fotográfica. 

Estabeleço aqui um certo paralelismo com o que a humanidade hoje é confrontada. Forçados a praticar essa paciência, o confinamento para a sobrevivência a esta guerra até vencer o inimigo invisível, a quem já todos chamam, o Cisne Negro. Coronavírus COVID-19.

Pato-Real (Anas platyrhynchos) fêmea

10 comentários:

chica disse...

Lindas tuas fotos ,muito bem apanhadas ! Que esse "cisne preto, o vírus, seja parado! Boa sorte pra nós e muiiiiiita paciência! beijos, chica

Elvira Carvalho disse...

Que belas fotos!
Abraço e saúde.

silvia de angelis disse...

Splendide e rare immagini della natura.
Un caro saluto,silvia

Ricardo Valério disse...

É mesmo um cisne negro na pior acepção da palavra, esse maldito cotonavírus

Bom fim de sema

Desafios Poéticos disse...

Que maravilha de imagens! Parabéns e obrigada pela partilha!

-
Outras realidades...[ Poetizando e Encantando ]
-
Beijo, boa tarde, e um bom fim de semana. Fiquem em casa...

CÉU disse...

Umas fotos fantásticas! Parabéns pelo talento e pelas palavras, infelizmente tão verdadeiras nos tempos que correm.

Beijos e bom domingo.

Pedro Coimbra disse...

A sequência ficou bestial.
Bjs, boa semana

Graça Pires disse...

Lindas, as fotografias. As aves são maravilhosas para as observarmos. E talvez seja uma forma de não nos doer tanto o isolamento…
Uma boa semana com saúde.
Beijo.

Mar Arável disse...

Soltem os pássaros
Bj

Jesús Castellano disse...

Bonito seguimiento fotográfico del ave.Es de agradecer poder ver este tipo de imágenes dado que estoy sin salir de casa por culpa del virus.

Saludos.