quinta-feira, 6 de julho de 2017

Rolas na Nogueira



Texto e fotografia,Mz



Chegam e poisam na nogueira e, este poiso de rola é namoradeiro e gracioso. Não se assustam comigo e deixam-se fotografar, curiosas, de olho brilhante também elas me espreitam. Quietas, esperam que eu me afaste. Eu acho-as ternurentas, fazem-me lembrar o meu avô que não só plantou a árvore, como adorava os pássaros soltos, livres. E quando eu me indignava com as pessoas na aldeia que prendem os cães com correntes, ele logo me dizia que na cidade, as pessoas têm os pássaros em gaiolas.


10 comentários:

✿ chica disse...

Muito lindas as fotos! abração praiano,tudo de bom,chica

Pedro Coimbra disse...

As fotos estão extraordinárias!
E fez-me lembrar o meu padrinho.
Que tinha uma rola, que andava à solta, e que voltava todos os dias lá a casa.
Bfds

Nidja Andrade disse...

Sou apaixonada por imagens. Principalmente quando vem acompanhada de textos. AbraçO

Laura Ferreira disse...

são meninas e basta :)

Helena Resende disse...

Belas fotos!

http://checkinonline.blogspot.pt/

Sandra disse...

Lindas fotos! A natureza encanta! Feliz domingo.

A Casa Madeira disse...

Os avôs são sábios. k
Por aqui no apê da cidade há um apelo
nos jornais para não alimentar os pombos, pois
estava com uma incidência muito grande de cocôs nos beirais
e já tinha pessoas nos hospitais com uma bactéria que dá pelas
fezes desses pássaros.
São lindos mas nos locais apropriados para se procriarem.
Boa entrada de semana.
Abçs.

Graça Pires disse...

Bonitas memórias de um avô que amava a liberdade e a Natureza. Uma beleza, as fotografias.
Uma boa semana.
Beijos.

José Carlos Sant Anna disse...

Entre o viver, o sonhar e o lembrar e não se pode dizer que não sabe o que é beleza.
Um abraço,

Agostinho disse...

A vida tem memória nas coisas
que nos ficam desse tempo
em que havia tempo
como no tempo das férias grandes
(recordadas acima)
E tem rolas e árvore e equintal e avô e...


Bj.