domingo, 22 de junho de 2014

Alfazema





Que vício este de nos sentarmos nas escadas quando há sol. Colocamos chapéus na cabeça, e conversamos. Falamos dos pássaros e dos ramos nus da alfazema nos grandes vasos da entrada. Recordamo-nos. Sempre dissemos que foi a alfazema que nos uniu, esse aroma fugaz sempre que passavas à minha porta. A atração pelo cheiro num misto inocente e imaginativo de odor de mulher e de natureza. Depois, realizado o desejo, a intimidade das arcas do enxoval de noiva, e ainda agora, nas gavetas e nos livros do pequeno canto que chamamos de biblioteca. Sorrimo-nos. Olhamo-nos. Olhos nos olhos e a lembrança dos beijos e do sexo fugido em lençóis brancos envoltos dos nossos odores amassados, espremidos à mistura com a essência suave desses molhinhos azuis de espigas fragantes. O corpo a envelhecer e o mesmo cheiro de sempre. Que vício este de nos sentarmos nas escadas quando há sol. 


mz



imagem: fotografia do blogue, Diário de Lisboa
The Lisbon Diary, "muito muito", Lx Factory

16 comentários:

João Roque disse...

Que bom vício...

Mariavaicomasoutras disse...

É o vício de viver!No presente mas também na nostalgia do passado que está sempre a nosso lado!

Carolina Tavares disse...

Há hábitos preciosos que são associados a cheiros e cores, aromas e sabores.

manuela baptista disse...

tenho esse vício de me sentar nas escadas quando há sol


bonito o texto e os pés de alfazema

um abraço, Mz

mmm´s disse...

Excelente texto sobre o vício...

Maria Silva disse...

Talvez não um vício, mas um rito intemporal e puro, como o amor que se liquefaz em carinho com o decorrer dos dias céleres...

Lilá(s) disse...

Esta noite imagino-te sentada nas escadas saboreando o fresquinho da noite...há muito tempo não tínhamos uma verdadeira noite de verão...
Bjs

mz disse...

João, ao alcance de todos :)

mz disse...

Maria, concordo.

mz disse...

Carolina,
é como o teu blog; cheira sempre a café e canela ;)

mz disse...

Manuela,
afinal todos temos vícios parecidos.

abraço

mz disse...

mmm,s
vícios...

mz disse...

Maria, parece um ritual.

mz disse...

Lilá(s)
é a tua cor :)

Bjs

Laura Santos disse...

Esse é um dos vícios que vale a pena ter. O do sol, dos sorrisos e das conversas sobre quase tudo e quase nada. E com o cheiro e a cor da alfazema como pano de fundo.
Belíssimo texto. Será que o escreveste sentada nas escadas? :-)
xx

mz disse...

Segredo ;)