sexta-feira, 29 de março de 2013

Cheiros de Páscoa numa Receita.


 
Regressaram os cheiros do alecrim no raminho benzido do domingo das palmas e da oliveira que este ano, trazem no atado de fita roxa um cacho de brotos, flor de azeitona que já não chega a ser.

É a semana dos cheiros da rapa maceira. Na gamela de madeira, a canela moura e o trigo já macio feito farinha; leve fina e branca. O amarelo das gemas e o açúcar refinado a envolvem-se numa chuva de limão em raspa. Intensifica assim o aroma que nos faz crescer água na boca e outros desejos. Os afrodisíacos. Estes, quando nos escorregam as mãos eroticamente besuntadas pela dourada e pura manteiga.
Com um rubor nas faces e uma dança de braços bem acertada, sova-se a massa com paixão e intensidade tal, até quase desfalecermos. Acarinha-se e aconchega-se em lugar quente esperando que cresça. Aqui já não há frenesim nem poesia, é química e o mistério da fermentação. Depois, é o cheiro a lume da madeira de pinho fogoso e abrasado no forno abobadado como só os sábios conseguem fazer. Os ovos e as tiras de massa a cruzarem-se nos folares, a alegria das lembranças de Páscoa, tudo misturado com o receio de os queimar de tanta saudade.


Mz


 
imagem:  A Pérolado Chaimite, Duque Ávila 38
fotografia do blogue Diário de Lisboa

25 comentários:

✿ chica disse...

Simplesmente lindo te ler! Beijos e que tenhas uma Páscoa maravilhosa! chica

Pedrasnuas disse...

O teu texto erótik tem o propósito de fazer crescer a líbido de alguém?....:)) Bho e Doce Páscoa para ti.

manuela baptista disse...

se eu pudesse,

deixava aqui uma papoila vermelha

da saudade que este cheiro me dá


engraçado Mz, juro que não tinha lido a tua página antes

uma Páscoa feliz para ti!

Catsone disse...

Por acaso nunca provei o folar.
Mas dito assim, com tanta poesia, fica um "hummm" a estalar ;)

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Beijos de Boa Páscoa!

João Roque disse...

Também nunca comi um folar e é curioso que não gosto de amêndoas.
Será por isso que a Páscoa não me diz nada?
O teu texto tem as tuas características e isso chega para se gostar dele.

Lilá(s) disse...

Nunca tive o prazer de presenciar momentos desses! fico-me pela leitura.
Beijinhos e uma excelente Páscoa

Rui Pascoal disse...

É de comer (ler) e chorar por mais. Posso tirar outra fatia?
:)

Deixo-lhe o meu abraço pascoal.


Diário de Lisboa disse...

Delicioso :) Resto de bom Domingo de Páscoa.

Laura Santos disse...

Excelente exemplo de prosa poética.Uma descrição muito sensual!
Só gostaria de saber se presenciaste a feitura do folar,se recordaste, ou se imaginaste... :-)

Mz disse...

Laura Santos, este ritual sempre me acompanhou desde que me lembro de ser gente,faz parte da tradição de família na aldeia. É um trabalho de mulheres em que cada fornada saem oito a nove folares, por isso é extenuante. Um dia, serei eu a fazê-los com a ajuda de outras mulheres.

Mz disse...

Diário, se provasse então iria mesmo saber o quão delicioso são este folares caseiros!

Mais uma vez as suas fotografias andam por aqui.

Muito obrigada.




Mz disse...

Rui, esteja à vontade. Em breve irei o que tem para me servir lá no "Tinta com Pinta"

Gostei do abraço pascoal:)

Mz disse...

Lilás, que pena não saber como se faz. Tenho acerteza que iria adorar!

bjs

Mz disse...

João, a verdadeira Páscoa é muito mais do que folares e amêndoas, esta é a parte pagã e que é muito boa :)))

Mz disse...

Daniel Lobinho, muito obrigada pela sua atenção.

Desejo-lhe uma boa Pascoelaque para quem não sabe, é o próximo domingo:)

Mz disse...

Catsone, não acredito!
Eu se soubesse a sua morada até lhe enviava um :)

Mz disse...

Manuela, sem sabermos uma da outra, abordámos o mesmo tema. É incrível como as nossas palavras se tocam.

Abraço

Mz disse...

Pedras, quando as mulheres se juntam a imaginação corre e corre...

Obrigada :)

Mz disse...

Chica, tu também és linda,um doce!
obrigada.
Bjs

Rafeiro Perfumado disse...

Devo ter o computador avariado, a mim não me cheirou a nada...

Mz disse...

Se tivesses vindo cá no dia 1 de Abril sentias o cheiro,mas atrasaste-te Rafeiro!

:)

Laura Santos disse...

Obrigada pela tua resposta,Mz. Claro que tu tinhas que ter vivenciado para teres escrito da forma maravilhosa como escreveste...;-)

Brown Eyes (Just a Woman) disse...

O folar do norte leva carne. Ainda o ando a comer. Uma delicia. Beijinhos

Mz disse...

Também conheço é o folar transmontano. O meu é das Beiras, é doce :)