segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Tonta...




 Tonta...

Tem dias que quero que me sintas tonta. E eu sou tonta quando quero e finjo acreditar. Sou mais tonta ainda porque me sinto poderosa. Poderosa ilusão por deter a tua “menos verdade”.  Para não desacreditar, finjo ser verdade o que de todo não o é. Passa a ser um segredo meu.
Tateias-me de mansinho, sentes que sei. Calamos um pouco as palavras e os risos deixam de ser tão rasgados. Espero por ti assim, numa poderosa ilusão. Espero-te calma. Observo-te. Avalio-te. Tu, continuas a tatear-me de mansinho porque as saudades do meu sorriso espontâneo e a graça do meu falar inquietam-te e rodeias-me incessantemente. Sem súplica, chega o momento certo e uma força invisível empurra-nos naturalmente um para o outro. Então depois, conversamos sem pressas e confessas consciente a tua “menos verdade”.






Linascheynius-Photography


Com carinho
Mz

15 comentários:

Luis Bento disse...

Eu... fiquei com "mais vontade" de ler mais textos... Linhas prenhes de sensibilidade...

Mariavaicomasoutras disse...

Somos todas umas Tontas...não estás só!

MZ disse...

*Luís B.
homens, mulheres... todos somos sensíveis.


*Mariavaicomasoutras
fazemos-nos de tontas a maior parte das vezes!

papoila disse...

Eu diria que não SOMOS TONTOS, mas que de vez em quando temos que ser....
resumindo: somos temporariamente tontos...:)
Mas esses momentos deixam marcas!
xx

MZ disse...

*Talvez sejamos temporáriamente tontos... ou uma vida inteira, quiçá!

bj

pinguim disse...

O que é importante é saber ser tonto...

MZ disse...

Acatar os conselhos de pessoas mais vividas é fundamental.

Obrigada Pinguim

Rafeiro Perfumado disse...

Amor em braille?

MZ disse...

É isso... amor cego é assim mesmo, tateia-se!

:)

Lilá(s) disse...

Ando a aprender a ser tonta, cheguei á conclusão de que vale a pena ser tonta de vez em quando...
Bjs

Helga disse...

MZ, como diria a Rita Guerra e o Beto:

'São as palavras tontas que dissemos por amor'

É tão bom sentirmo-nos tontas assim...


Beijinhos :)

MZ disse...

Lilá(s),
aprendemos a controlar mais os impulsos, aguardamos paciente... talvez nos façamos de tontas. :)

bjs


Helga;
ah essa canção, pois é!
O Beto era um romântico, infelizmente já não está entre os vivos.
Quanto à Rita... é uma das melhores vozes portuguesas que tive o gosto de conhecer e conviver durante uma semana à alguns anos atrás...

É bom sentirmos-nos tontas quando somos nós a dominar :)

beijinhos

Brown Eyes disse...

MZ uma boa maneira de dominar mas para quem consiga fingir. Eu prefiro não dominar, prefiro dizer sempre o que me vai no coração. Escrevi sobre o tema, mesmo tema e duas maneiras de ser e sentir diferentes. Beijinhos

MZ disse...

Não é fingimento, é apenas aprender a não ser impulsiva.
Todos somos diferentes e as relações são tão difíceis!!!

beijinhos

Pedrasnuas disse...

ÀS VEZES SOMOS TONTOS SEM DAR POR ISSO...PORQUE ACREDITAMOS,ILUDIMO-NOS ...DEPOIS CHORAMOS,DEPOIS ERGUEMO-NOS E CONTINUAMOS MAS DEIXAMOS DE SER TONTOS

BEIJINHOS TONTOS