quinta-feira, 15 de julho de 2010

Ao SUL...



Que corpos são estes estendidos ao sol?
Corpos em cruz,
Semi-nus, desenhados no chão.
Que corpos são estes,
Calados, de braços abertos.
Estáticos.
Corpos gastos,cansados,
VIVOS!
Que corpos são estes,
De parcas roupas, colorindo a pálida areia?
Cada corpo,
Uma história.
Cada história, mais corpos,
Mais histórias...
Receptores de segredos e de vivências,
Complexas.
Caixas de contentamentos e prantos.
Estrados de aparências e desenganos.
Silhuetas inocentes e culpadas...
Todos humanos, carne e espírito!
Corpos que reclamam o SOL e esperam pacientes,
ENERGIA!

O dia ainda é pequenino.
Espreguiça-se o mar, devagar,
para não acordar os veleiros que  dormem.
A praia, já não está deserta.
E outros corpos virão, quando estes, deixarem as marcas na areia...


(imagem daqui)


Com carinho
MZ




10 comentários:

Chica disse...

Lindo,reflexivo teu texto!umm beijo,tudo de bom,chica

Mariavaicomasoutras disse...

Pelo que vejo, leio e sinto acredito em ti e na paz que aqui se respira, dos corpos que somos nós.

Carolina Tavares disse...

Oi MZ, talvez uma necessidade de mar... amar... e solar. beijos

johnny disse...

Somos nós... quando podemos!

Brown Eyes disse...

Corpos estendidos a ouvir o som do mar, que relaxa e dá aquela sensação de felicidade infinita. Beijinhos

Lilá(s) disse...

E tantas marcas que agora ficam na areia...lindo o teu texto!
Bjs

MZ disse...

*Chica,
ao sul são tantas pessoas desconhecidas na
praia logo pela manhã.
e foi assim...

Bj


*Mariavaicomasoutras,
aqui, também eu sou um corpo que se encontra.

Bj


*Carolina T.
tão bom... Sol, Mar, Amar...

Bjs :)



*

MZ disse...

*Johnny,
quando podemos e queremos!

Bjs



*Brown Eyes,
bom... bom.. bom... (de preferência sem
vento) :)

Bjinhos



*Lilá(s)
agora em pleno Verão, as marcas são muitas
mas bem cedinho as dos mais velhos, são as
primeiras!

um beijinho

pinguim disse...

É curiosa esta reflexão.
Sucede quanto às pessoas que vemos numa praia, ou num outro qualquer lugar: por vezes dou comigo a pensar quem é "aquela pessoa" que está ALI, e o porquê da sua presença naquele lugar...é um "jogo" que me seduz.

MZ disse...

É verdade Pinguim!
Os desconhecidos são fontes de especulação e muitas vezes são motivo de conversa. Através das roupas que vestem, do modo de estar poderemos imaginar o que estarão ali a fazer, que profissão terão...
Enfim, acho que já aconteceu a toda a gente!

um beijinho