sexta-feira, 9 de abril de 2010

Visualizar e Relaxar...

Consciente da minha respiração e das sensações do meu corpo, escolho um espaço tranquilo.

Sento-me confortavelmente...
Os meus braços poisam relaxados sobre as minhas pernas cruzadas.
Com eles, as mãos que se ajustam aos meus joelhos.
Uno o polegar com o indicador, semicerro os olhos, endireito o tronco como um fio-de-prumo.
Os ombros, levemente para trás, expõem o meu peito.

Assim...
Inicio uma respiração muito profunda.
Inspiro e expiro deixando que todas as tensões e emoções do meu corpo se libertem em cada saída de ar.
Coloco as minhas mãos em forma de cálice junto ao meu colo.
A minha mão direita por baixo e a esquerda por cima unindo os polegares.
Inspiração e expiração profunda...
Imagino uma esfera verde cardo no centro da minha mão.
Tem o mesmo tamanho da concha formada pelo meu cálice.
Esta esfera não sai, ajusta-se a este ninho.
A cada inspiração, visualizo que, através do intercílio (centro das sobrancelhas), se projectam feixes de luz azul celeste que embatem no espaço que me rodeia. Paredes, janelas, objectos...
Feixes estes que, que se projectam e se dissipam...
Formam uma nuvem azul celeste que me envolve assim como a todo o espaço.
Esta cor, azul celeste, vai desmaiando até se transformar em branco zinco.
Envolve-me...
Visualizo a esfera verde cardo na minha mão.
Demoro-me...
Abro as pálpebras.
Lentamente volto a tomar consciência do meu corpo.
Deito-me com as mãos ao longo do corpo, as palmas voltadas para cima.
Inspiro profundamente e expiro ao meu ritmo.
Relaxo
Pés...
Pernas...
Barriga...
Estômago...
Peito...
Braços...
Mãos...
Pescoço...
Lábios...
Língua...
Dentes...
Olhos...
Centro das sobrancelhas...
Testa sem rugas...
Couro cabeludo...
Semblante relaxado e sorridente...



(Imagem:Google)

Pratiquei Yôga durante quase 4 anos e por vezes, ainda recorro à visualização de cores e lugares que ajudam a energizar e relaxar.
Foi uma aprendizagem para a vida.
É preciso ter sorte com os professores, porque yôga não se resume só a exercícios contorcionistas.

Com carinho
MZ


17 comentários:

johnny disse...

Acho que a ler isto já atingi um nível qualquer e já sinto os Chakras todos alinhados... mesmo que os Chakras não tenham nada a ver com o Yôga, eu sinto-os alinhados.

MZ disse...

Têm a ver sim, menino johnny!
Em linguagem normal de yôga, pode dizer-se que são uma espécie de canais por onde entram as energias...

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Queria saber relaxar assim...
Fiquei tão bem depois que li tuas linhas...

=)

Tulipa disse...

Proporcionaste-me um belo momento de relaxamento e muita serenidade.
kisses

Sandra disse...

FICA O CONVITE PARA SER MINHA SEGUIDORA..
SANDRA

Sandra disse...

AGRADEÇO CARINHOSAMENTE A SUA VISITA NA INTERAÇÃO DE AMIGOS.
COMO É BOM RECEBER OS AMIGOS..
FIQUEI MUITO FELIZ COM A SUA VINDA.
SANDRA

Lilá(s) disse...

Ao ler-te fui relaxando, o barulho das ondas ajuda...fiquei por aqui perdida, respirando e expirando ao ritmo da leitura. Adorei!
Bjs

Brown Eyes disse...

Terá vindo daí a calma que sentes? Tudo o que escreves é calmo, relaxante, faz-no sentir a flutuar. Parabéns MZ.
Beijinhos

MZ disse...

AnaC.C.Quevedo,
sempre pode experimentar yôga...
:)

MZ disse...

Tulipa,
essa é a intenção desta prática...
bj

MZ disse...

Sandra,
Obg, irei...

MZ disse...

Lilá(s)
esta prática é feita com música e voz... a música pode bem ser esta...
Obg
bj

MZ disse...

Brown Eyes,
a explosão também cá mora...
:)

Helga disse...

Como queria relaxar assim... mas de certa forma fi-lo através das tuas palavras, as quais li pausadamente e imaginei cada gesto. Obrigada por este momento relaxante.

Beijinhos :)

MZ disse...

HElga,
no início distraímo-nos um pouco, o nosso pensamento tende a fugir para o trabalho ou para o que temos que fazer depois da aula...mas, aos poucos vamos aprendendo a concentrar-nos e conseguimos relaxar, acredita!
:)

Olga disse...

Estava a ler e pensei isto só pode ter a haver com relaxamento. Muito bom! Quero fazer, vou ter de me organizar, mas gostaria de o praticar com alguém que me conseguisse transmitir toda a tranquilidade. Adorei!

Sara disse...

Amiga, desculpa novamente a minha ausência.

Tal como prometeste este teu post é mesmo bastante mais descontraído e confesso do que eu estava a precisa exactamente neste momento :)

Também fiz Yoga durante uns tempos e confesso que hoje sinto falta. Enfim...

Espero que estejas bem.

Um bom fim-de-semana. Bjs