domingo, 29 de novembro de 2009

Sufoco


Presa às minhas raízes, sinto-me sufocar.
Como se o cordão umbilical me estrangulasse...
O ventre onde me encontro, asfixia-me!
É difícil respirar...
Apetece-me rasgar o corpo, expelir o grito!

Prisioneira deste laço, permaneço neste estado...
Agarrada à raíz de uma árvore com garras que me prendem

e que me cortam a liberdade
de poder desaguar em águas que me fazem mais feliz!





(imagem:google)





com carinho
Mz

7 comentários:

Anónimo disse...

beijo...coragem. Conseguirás ;)
momentums

papoila disse...

MZ,
Não gosto nada de te saber com este estado de espirito tão cinzento....
Muitos beijinhos
xx

AnaMar (pseudónimo) disse...

Rasga o que tiveres que rasgar.
Liberta a voz, o grito.
E regressa a ti, mais serena.

Queres ir passear na praia?
Ou na montanha?
Bj

Sara disse...

Amiga,

Todos nós temos momentos de sufoco mas é preciso relativizar as coisas pois existem pessoas bem piores do que nós.

Temos tendência para olhar para nós mesmas muitas vezes e eu contra mim falo mas quando estou com a neura penso nisso e penso em tudo o que tenho.

Não gosto de te sentir assim.

Grita o que tens para gritar, chora o que quiseres mas regressa... regressa com a paz de alma que é necessária para continuares em frente e seres feliz.

Se precisares de um ombro onde desabafar podes contar comigo.

Bjs

Blackberry disse...

Também às vezes me sinto sufocar, presa... pela ética e pelo sentido de responsabilidade... :S

Às vezes... não te apetece mandar todos esses valores para o espaço?? Pois é...

Ando aqui um bocado aos papéis, ou melhor, às palavras, mas, de qualquer forma, queria aqui deixar também umas palavras de força (ainda que bastante atrasadas). Ânimo e boa disposição é que é preciso! ;)

Bjnho grande

Alberto RCorreia disse...

Fiquei encantado com este blogue. Parabéns|

MZ disse...

Só posso agradecer a simpatia, leia-me sempre que achar que valha a pena.

obg