quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Distâncias...



Sempre as distâncias
Sempre as ausências
Magoa-me tanto a distância...
Magoa-me a distância de não te ter.
Magoa-me não te sentir quando me apetece.
Magoam-me os abraços que não te posso dar,
Magoam-me os beijos que não recebo.
Magoa-me tanto querer sentir-te e só me sentir...



(Imagem:Google)

com carinho
MZ

6 comentários:

papoila disse...

Minha amiga,
Dias cinzentos, pensamentos cinzentos...isso é melancolia? É saudade dos que estão mais ou menos longe?
Solidão?
Espero que a LUZ regresse rápidamente.
Lembra-te que nós estamos AQUI.
beijinhos

J.P. disse...

Entrei no teu blog e ia começar a ler, quando sem esperar, começo a ouvir uma gaivota. O Mar... Nesse momento, viajei literalmente. E agora sim, música. Mas que lindo. Bach... E por aqui fiquei...

MZ disse...

Papoila,
são as distâncias... as ausências...

beijinhos

J.P.
sim... o mar esse vai estar sempre presente por aqui.

obg por teres vindo.

Sara disse...

Existem momentos na nossa vida que nos sentimos tristes sem razão aparente. Penso que são devido a essas distâncias, a essa carências que sentimos mas que procuramos não pensar muito neles porque nos fazem sentir só. Mas como tudo na vida e como já dizia António Aleixo: Após um dia tristonho, de mágoas e agonias, vem outro alegre e risonho, são assim todos os dias" Bjs

Anne Baylor disse...

Ainhnnn..
Que coração apertadinho!!!


se cuida.
=]

MZ disse...

Sara,
existem momentos assim...

bjs


Anne B.
apertadinho mas que depois se abre em cada abraço...

bjs