segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Espero...

Os troncos erguem-se em cama de lilás, verde e amarelo palha
É a floresta de pinheiros e outras árvores
É a floresta de urze e outras plantas rastejantes...
Algumas ainda verdes e vivas, outras, a maior parte secas, muito secas...
Tão secas que os passos lentos das minhas botas resultam em estalidos que se apressam a partir a folhagem morta estendida pelo caminho.

Engana-nos o tempo...
Engana-nos este Outono quente
O chão da floresta pede chuva
A terra espera enlamear-se
As folhas esperam cair com o vento que tarda
Todo o chão espera um tapete de tons quentes
Amarelo
Laranja
Ferrugem...

Os meus olhos já vêem todas as cores do Outono mas ainda não o sinto de verdade
Parece que o Verão teima em roubar o Outono
Ou será que o Outono está distraído e preguiçoso?
Fico à espera do vento
do tapete colorido
da chuva prometida...





(Imagem: Google)

com carinho
MZ

12 comentários:

DoceSussurro disse...

Olá
Eu acho que ele está a chegar... O prometido Outono! Hoje as temperaturas já baixaram bastante :S

Lindo post, transmitiu me paz:)

Beijinho*

meus instantes e momentos disse...

lindo post, parabens.
Muito bom voltar aqui.
maurizio

Blackberry disse...

Adorei. Mais uma vez. Porque escreves bem. Porque expões de uma forma demorada e poética aquilo que nos passa pela cabeça, dia a dia, num ápice e de uma forma banal...
Beijinhos
Boa semana! :)

momentos disse...

Um belissimo texto
;) bjo

Rafeiro Perfumado disse...

Não te inspiraste na floresta portuguesa, ou terias de incluir as cores "cinza e preto" no retrato. Beijo!

papoila disse...

Bem, a chuva já cá está!
As folhas estão a caminho...já se podem ver algumas..., A seguir vem o frio e as queridas castanhas!!!
Beijinhos

AnaMar (pseudónimo) disse...

Nem imaginas (eu que passo semanas nas florestas, neste momento estou numa Serra)o que este texto me fez sentir.
Não sei se terás o teu Outono, como o tínhamos, quando as Estações do Ano eram as de Vivaldi.
Mas que os carvalhos estão coloridos, que há folhas no chão e vento e chucva e frio, há isso há.
E também um colorido indescritível que o teu poema deu a este Inverno, quase sem Outono.

Um beijo

Sara disse...

Apesar de gostar mais do tempo quente sei que todas as estações têm a sua importância.

Gostei muito da foto que escolheste para dar vida ao teu texto. Eu gosto muito de fotografia e esta está fantástica.

O texto, como já nos vens habituando, está incrível mas também tiveste uma excelente fonte de inspiração: a natureza :) Bjs

Diário de Lisboa disse...

Adoro o Outono! Uma vez mais um texto lindissimo.

MZ disse...

DoceSussurro,
acho que foi o último fim-de-semana com 30º em pleno Outono. Agora acho que ele chegou finalmente...

beijinho*

meus instantes e momentos,
é sempre agradável vê-lo por cá..
Obg

Blackburry,
é só o que os meus olhos veêm...

beijinhos

Rafeiro Perfumado,
engano teu!
Pisei esta floresta que fica mesmo ao lado daquela porta que me é tão difícil de fechar...
Felizmente Portugal não é só cinzas... felizmente!

beijo

Papoila,
hummmmmmm...
ai as castanhas assadas no forno... comê-las assim no quentinho, enroscadinha no sofá bem acompanhada com um vinho do Porto... nham..nham.. glu..glu...

beijinhos

Anamar,
tu sabes bem que a floresta não é só cinza... felizmente!

um beijo

Sara,
a naturaza é uma fonte inesgotável de inspiração... basta estarmos atentas!

bjs

Diário de Lisboa,

o Outono tem todas as cores das estações que a sua máquina deve adorar...

Obg é sempre muito gentil

O mar me encanta completamente... disse...

Que venha a chuva, "aquela" que lava a alma, que leva embora tudo o que atravanca nossa alma...
Te visitar é sempre tão gostoso.
Que Papai do Céu esteja ao teu lado de modo muito especial e
q Ele te dê muita sabedoria na caminhada dessa vida!


Beijos

Glória

MZ disse...

O mar me encanta completamente,
as tuas palavras são sempre muito reconfortantes Glória... muito obrigada!

beijos

Mz