segunda-feira, 13 de março de 2017

Aldeia de Piódão - Serra do Açor, Portugal








Lá de cima, uma visão estranha, um nicho de casas adormecidas num século esquecido, como se não fosse este Portugal em que vivemos. Foi esta a sensação. Um mil-folhas de azuis, verdes e cinzas, metamorfose da rocha com pinceladas ferrugentas, onde tudo é xisto. Alegria nas janelas e nas portas pintadas, vivos os musgos nas ruas deslizantes e apertadas onde, tudo é uma lindeza abrupta. Da janelinha, uma cortina de renda desfocada, um almoço simples, como se fossemos pastores e, para acreditarmos que apenas a fé se veste de branco, tocaram os sinos da igreja. 




Texto e fotografia
Mz


7 comentários:

✿ chica disse...

Adorei e que coisa boa um lugar assim.As janelinhas lindas! Linda semana! bjs, chica

luisa disse...

É tão bonita esta aldeia, tão fora do tempo. Estive lá em dezembro passado.

Laura Ferreira disse...

que bonitas imagens, MZ :)

Maria Rodrigues disse...

Extraordinária reportagem fotográfica
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria

Graça Pires disse...

É mesmo o que senti, isto que escreveu, sobre a Aldeia de Piódão. Excelente texto. Belíssimas as fotografias.
Uma boa semana.
Um beijo.

AvoGi disse...

Piódão sempre bela!
Kis :=}

Os olhares da Gracinha! disse...

Olhares preciosos e um belo texto! Bj