terça-feira, 1 de setembro de 2015

Na "Quinta" de uns amigos





A brincadeira com o Fausto cansa-nos. Ainda é cachorro e esgota-nos o esqueleto e músculos de tanta corrida e bolas de ténis que pede para lhe atirarem. Depois, o pastorzinho vai para a jaula grande com olhos de piedade e língua de palmo. E nós pegamos em cestos de arco para apanhar abrunhos franceses e outras frutas. A encosta é um sonho de cachos de uva quase prontas para a vindima, lá em baixo, as árvores carregadas de fruta. Nada se desperdiça, tudo o que cai ao chão vai para o bico dos perus, patos, galos, galinhas e focinho de porco. O tocado, vai para estrume. Descemos, subimos, curvamos e cansamo-nos ainda mais. As pombas espantam-se ao mesmo tempo que descobrimos um vespeiro e corremos feitos loucos em alvoroço com os pavões por todo o lado sem nos ligarem nenhuma. Deixamos uma nota escrita na casa do caseiro:

“Vespa asiática numa das casinhas dos pássaros; logo à noite, lance-lhes o maçarico”


mz


artista plástico e ilustrador - pesquisa google  

16 comentários:

✿ chica disse...

Brincadeiras com Fausto, dia na QUINTA são bons, mas os vespeiros? Foooooogo! beijos,chica

mz disse...

Verdade Chica, foi um susto muito grande!

Beijos,
mz

papoila disse...

Então e tu reconheces a "louca da asiática"????
Que medo. bjs

mz disse...

É gigante,Papoila!
Mete medo.
Quem conhece as vespas e as abelhas de mel, rapidamente reconhece a vespa asiática.

Bjnhs

manuela baptista disse...

recado para os pássaros:

com os abrunhos, as uvas, os patos, as galinhas e o Fausto, eu não me importaria de enfrentar a vespa


um abraço mz

mz disse...

Os passarinhos vão dormir para outro lado.Os filhotes já saíram do ninho. Mas as abelhas nas colmeias,estão com os dias contados.

Um abraço para si também Manuela.
Bjnhs

flor disse...

tão bom vir aqui (inclui os seus textos e as suas escolhas de imagens). até as vespas parecem melodias (bem sei que não).

mz disse...

Que bom saber que se sente bem aqui!
Obrigada Flor.

Caty disse...

Eu adoro mesmo a maneira como escreves!

mz disse...

Oh, és muito querida Caty!
Obrigada.

Agostinho disse...

Maravilha! A vida é bela, ai não, não é!(?)
As vespas, as bichinhas, não fazem mal nenhum. Não se metam com elas. Se pousarem na pele é só para descansarem um pedacinho. Não as sacudam, senão... ferram.

Mar Arável disse...

Conclusão

esta vida não é para todos

mz disse...

Agostinho,
na natureza nada nem ninguém é inocente.

A vespa asiática ou vespa velutina representa uma enorme ameaça para o ambiente e para a biodiversidade:

"É uma vespa invasora e a sua chegada está a provocar alterações na biodiversidade. Por ser carnívora, esta vespa come as abelhas, mas também todos os outros insectos polinizadores, provocando um desequilibro no ecossistema que só será visível daqui por uns anos".

mz disse...

Mar Arável,
esta vida é para todos, mas estas meninas não são daqui e onde existirem colmeias e abelhas, elas estão lá para matar e apoderar-se do que não é delas.

"Pensa-se que a vespa asiática chegou à Europa em 2005, num navio que transportava madeira da Ásia e atracou no porto francês de Marselha. Desde então, foi-se espalhando pelo território, estando hoje presente, sobretudo, nos países do sul da Europa."

"É uma vespa invasora e a sua chegada está a provocar alterações na biodiversidade. Por ser carnívora, esta vespa come as abelhas, mas também todos os outros insectos polinizadores, provocando um desequilibro no ecossistema que só será visível daqui por uns anos".

Esta vida é para todos se existir equilíbrio :)

Agostinho disse...

Olá, boa tarde

... mas há inocência e inocentes.
Quanto à dita que ferra, a malvada, ao que parece, veio para ficar. Quem mandou vir os chineses para cá? (estou a rir-me)

Já conhecia a fama da asiática, MZ.
Vi, há pouco tempo, no Público, a história de combate que está em marcha à praga de acácias que prolifera desordenadamente no país, recorrendo a um insecto (importado) que ataca as flores da planta. Se houve asneira na disseminação da mimosa vamos ver se o bichinho não irá fazer das suas. Ambos são originários da Austrália.

Obrigado e desculpe o meu abuso, MZ. Boas férias.

mz disse...

Agostinho não peça desculpa porque não existe nada para desculpar, eu sou moderadora dos comentários que aqui deixam.

É sempre muito bem vindo :)