terça-feira, 24 de setembro de 2013

Outono


 O vento toca o espanta espíritos e unidos agitam os pêndulos metálicos em harmonia. Uma lufada que provoca um som inconfundível lembrando sempre que o vento passou ali. As flores da semana são as flores do jardim da mãe. Uma orquídea, uma protea, uma hortência e duas dálias, o resto são folhas verdes. As flores à gabela estão a acabar, o sol excessivo envelhece-as rapidamente e daqui a nada já só restam caules e folhas secas. Já é Outono e nem parece. Setembro não está apenas quente, Setembro está abusivamente quente e faz rebentar os figos de mel, ao mesmo tempo que seca a casca verde das nozes. Espera-se que o vento chegue mais forte e as atire ao chão, depois debulham-se e guardam-se para se comer durante o ano. No céu, uns farrapos de nuvens já a fugir para o cinzento e à noite um agasalho. Dizem que vem lá chuva e nós aguardamo-la sem pressas.


mz







Imagem: fotografia do blogue  Diário de Lisboa
Jardim da Rocha do Conde de Óbidos, 2 nov.12

28 comentários:

Rui Pascoal disse...

Como eu me revejo neste seu escrito...
Bem haja!

Mz disse...

Chama-se a isso, estar em sintonia :)

manuela baptista disse...

um agasalho, como a casca da noz

nós, gostamos de um outono assim


um abraço, Mz

Mz disse...

Eu gosto dessa imagem Manuela :)

Abraço

JM disse...

A terra ressoa e os espíritos encaixam-se. :)

Post maravilhoso.

Carolina Tavares disse...

Linda imagem e a tua descrição do outono.

Para mim o outono sempre será folhas a bailar ao vento.

Beijos

Mariavaicomasoutras disse...

MZ,
pouco tenho escrito mas muito tenho dito...
Não aqui no teu escrito...
Sempre na vida real...
Onde há sofrimento animal...
Nesta condição humana...
Vejo em teu Outono a chama...
na forma, no conteúdo e na imagem...
porque o outono da vida nunca é uma miragem...
mas sim uma bela viagem!

Beijinho com saudades*

Malu Silva disse...

Uma estação de magias e emoções... é o equilíbrio das temperaturas...
Abraços

Mz disse...

JM, é um bom que o etéreo e o palpável se entendam com graciosidade :)

Obrigada.

Mz disse...

Carolina,
hoje o vento anda a rondar.
A rondar, quase como essa dança.
Tal qual o teu pensamento.

E levita folhas,
poeiras e outras coisas.

Não tarda,
junta-se-lhe a chuva,
e depois as pessoas
e os guarda-chuvas.

E todos juntos,
acompanham o bailarico
parecendo folclore
rodando e revirando as astes
e nós de braços no ar,
a correr contra o vento
Soltamos pragas para dentro
porque são tão feios os palavrões!

:)

A tua imagem de Outono é muito poética e muito inspiradora.

Beijos

Mz disse...

Mariavaicomasoutras,
toda a vida é uma viagem.
E pelo caminho ficam as saudades de quem nem sempre aparece.

Gostei da tua visita.
Bjs*

Mz disse...

Malu Silva, uma bela e decadente magia, porque o Outono contém fogosas tonalidades de decomposição e morte.

É lindo também.

Abraços!

Laura Santos disse...

Belo texto sobre a chegada do Outono, lentamente...Um Outono que chega em pormenores. Tudo secará e o vento atrever-se-á a soprar cada vez mais forte.
Capacidade descritiva impressionante! Adorei as tonalidades do teu Outono.
Aqui já choveu!
xx

Mz disse...

Laura, aqui finalmente esta noite também choveu, temos um dia de Outono típico.

xx

João Roque disse...

A minha estação preferida.
Mas este ano, e por ora (bem sei que estamos no começo), parece que passámos directamente do Verão para o Inverno.

Mz disse...

Em quantidade de chuva até parece Inverno. Também concordo, João.

Lilá(s) disse...

E a chuva chegou! destruiu as ultimas flores e lá se foram as noites quentes...confesso que já andava um pouco cansada de tanto calor mas, também não era preciso tanto cinzentão não é?
Bjs

Mz disse...

Passamos do sol intenso para estas grandes chuvadas. Também não gosto deste cinzento!

Bjs

José María Souza Costa disse...

Olá.

Hoje, é sábado. Na minha Sampa, estamos na Primavera. Tempo de frio e ventos, tudo juntos e misturados. Mas, certamente não falta o aquecimento humano em quaisquer lugar, onde encontra-se uma Alma, amiga e admirável.
Por isso, desejo-te, um fim de semana bom. Com alegrias e contentamentos mil.
Além do meu Sentimento de Amizade. Saúde e Paz. Estou te esperando, para falarmos do " tempo", lá na minha página.
Um abraço, do tamanho dos seus sonhos.

Mz disse...

Saúde e Paz é bom!
Aqui é Outono.

Abç

Rafeiro Perfumado disse...

Pode não ter sido o vento a fazer tocar o espanta-espíritos, há pássaros com péssimo sentido de orientação.

Mz disse...

Oh sim! Também pode ter sido o Super-Homem ;)

Gisa disse...

O outono e o vento.
Lindo.
Um grande bj e obrigada pela companhia.

Mz disse...

Eu é que agradeço a sua companhia, Gisa.

Abç

Eros disse...

Os esquilos aguardam impacientemente pelo vento... ;)

É a minha estação de eleição!

Mz disse...

Se eu fosse esquilo era decerto a minha estação de eleição.

:)

Mary Brown disse...

Ligando este teu post ao anterior, dizem que o outono ceifa muitas vidas, Nesta estação muita coisas caie. Deixaste-nos aqui uma linda imagem, onde nem o espanta espíritos faltou. Adoro o som deles, sejam tocados pelo vento ou pela nossa passagem. Espero que o tenhas ouvido quando aqui cheguei. Beijinhos

Mz disse...

Os Espanta Espíritos têm algo que me leva para um lugar sem igual dando-me tranquilidade até.

É a magia do inexplicável.

Bjhs