domingo, 14 de agosto de 2011

Fugas...


Gosto do sol nos dias de Verão e quero-o muito quando é Inverno. Ainda assim fujo dele. Gosto mas escolho muitas vezes a sombra. Não existe raiva ou zanga, apenas uma contrariedade reflectida ou um impulso inocente.Sou ponderada. Apenas me protejo quando me queima ou me puxa o suor ao rosto estragando-me o disfarce das rugas assim que me limpo a um lenço de papel. Sou prevenida. Fujo dele nas horas em que, estrela dissimulada a longo prazo me poderá trazer aquele cancro maldito. Sol. Vida. Alegria. Gosto. Mil sensações de prazer numa hora que na seguinte renego por consciência. Creio que estar ao sol é também como estar na vida. Vive-se num estado constante de fugas e aproximações onde pelo caminho cabem muitos verbos.





(Imagem: Google)

Escrito para a Fábrica de Letras
Tema: "Fugir"


Com carinho
Mz

20 comentários:

✿ chica disse...

Gostei muito de teu texto e participação! um lindo domingo, sem fugas,rsrs beijos,chica

Carolina Tavares disse...

¨... estar ao sol é também como estar na vida. Vive-se num estado constante de fugas e aproximações onde pelo caminho cabem muitos verbos.¨

Perfeito.

Beijos do meu mar.

Brown Eyes disse...

MZ também gosto do Sol, muito mas, não consigo suporta-lo muito quente. Estas temperaturas são para mim difíceis de aguentar, não consigo passar minutos, nem na praia, exposta ao sol. Preservo muito a minha saúde e a minha pele. Beijinhos

Mz disse...

Chica,
não houve fugas posso garantir-te :)
Bjnhs

Mz disse...

Carolina Tavares,
pano para mangas... quase daria uma tese de final de curso:)))

Beijos daqui.

Mz disse...

Brown Eyes,
és uma rapariga muito sensível :)))também não suporto sol em excesso.

Bjinhs

pinguim disse...

Infelizmente, perdi um pouco o interesse por esta iniciativa,aliás muito louvável, da Fábrica de Letras; talvez, porque nunca gostei de escrever "sob encomenda"...
Mas sobre o teu texto, sempre interessante, uma referência ao sol do Inverno. Esse, eu não fujo dele, até o procuro, pois conforta-me muito.

Mz disse...

Pinguim,
comigo resulta como um estímulo. Mas gostava muito mais quando o tema ia a votos... muito mais!!!

O sol de Inverno sabe tão bem...
Bjinhs

Eduardina disse...

Como sempre, gosto dos seus textos. E adoro o sol, de Verão ou de Inverno.E sinto saudades dos tempos em que o recebê-lo abertamente sobre a pele,não era um perigo para a nossa saúde.
Beijinho

JPD disse...

Olá Mz

O facto de sermos meridionais não deveria ser uma estigma, nem os do Norte -- Para serem razoáveis -- deveriam fazer disso uma estigma.

Tivemos a sorte de estarmos durante o inteiro banhados pela luz fulgurante de um sol que escalda severamente apenas em Agosto.

Perante tanta prodigalidade, o que é naturaçl é gostar do seu calor da luz que tudo ilumina e que tantas e generosas sombras propicia.
Como não prodigalizar!

Não gosto da luz crua e severa no período das 13 e 16 horas.

Bjs

Mz disse...

Eduardina,
há muitos anos atrás eu era coberta de creme nívea, e não me ralava com o sol.

Obrigada
Bjnhs

Mz disse...

Olá JPD,
pois o estigma de sermos aqueles do "SUL"...
Mas Sol é que eles não nos podem tirar!

Bjs

N. Barcelli disse...

Gosto dos teus textos e deste também.
Tens um blog muito interessante, parabéns.
Beijinhos, MZ.

Mz disse...

N. Barcelli, muito obrigada por ter passado, comentado e por fazer parte dos meus leitores. Isso é sempre muito especial.
Bjs

Mari disse...

Diferente. Estiloso. Texto exclusivo, belo.Parabéns, MZ.

Mz disse...

Mari,
da individualidade de cada pensamento formas diversa de abordar um único tema.É esse o objectivo.

Obrigada.

Sandra disse...

PARABÉNS PELO TEXTO. MUITO BOM.

meu blog.
Interação de Amigos.
Link.
http://sandrarandrade7.blogspot.com/2011/08/coletiva-fugir.html

Johnny disse...

Eheh... pareceu-me uma maneira brilhante de transmitir os cuidados a ter com o sol. bonito e pedagógico.

(comentários sobre o sol quando começa a chover...)

Mz disse...

Sandra,
obrigada e parabéns pela "Interação de Amigos"

Mz disse...

Johnny,
fluiu assim deste jeito... pequenino mas com alguma mensagem.