sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

Bravo!

Como vigilantes do mar
as dunas abrem-me as portas para eu entrar

Tu hoje oh mar...
tu hoje remoinhas ventos e marés
encaracolas a tua força em massas de água escura
arrastas a areia furioso
e sacodes a raiva espumando quando te desmanchas curvando cada onda em estalos de água gelada na falésia.

Tu hoje não me queres oh mar!



(Fotografia:Biel)



com carinho

MZ

15 comentários:

Juana disse...

nasci numa casa virada para o mar e vivi muitos anos com a omnipresença do mar! Agora tenho saudades do mar, mas de um mar tranquilo, não furioso!

Brown Eyes disse...

Pois é MZ, o mar tem os seus momentos de revolta que desfazem tudo por onde passam. Esperemos que consigamos passar este fim de semana sem más novidades. Beijinhos

Helga disse...

Tudo neste post é perfeito... o mar, a revolta, o magnífico Farol, a falésia do texto... tudo! São tudo coisas que adoro de paixão, O mar, o farol, a falésia. Tudo é perfeito!

Beijinho :)

Eli disse...

Nem o mar está presente sempre, nem nós estamos para ele...

A vida é passageira...

:)

MZ disse...

Juana,
em Portugal é quase impossível um mar calmo durante o Inverno... o meu mar, o mar que eu gosto tem as duas versões.

MZ disse...

Brown Eyes,
é verdade... as previsões não são as melhores principalmente para quem vive em zonas de risco.
um beijinho

MZ disse...

Helga,
é o mar tal como o vi ontem.
Na fotografia, o farol é outro, a falésia é substituída pelo molhe ou quebra-mar, mas a essência do mar é igual...

beijinho

MZ disse...

Eli,
principalmente para quem anda distraído ou o tempo não permite...
e porque a vida é passageira demoro-me sempre mais um bocadinho.
:)

pinguim disse...

Apesar de de o mar nos últimos dias ter estado revolto, o seu barulho, o seu cheiro, a sua presença é fundamental para todos que se habituaram ao seu sentir.

MZ disse...

Também sinto isso, Pinguim...

Inês disse...

Oss
O mar furioso, como eu o compreendo!!!
Eu tb fico zangada por vezes

Bjs

Sara disse...

O mar é magnifico. Tem tanto de lindo como de assustador. Ora nos dá dias calmos e serenos como nós dá toda sua fúria e revolta. Temos de aprender a compreendê-lo e a interpretar os seus sinais. Só assim, conseguiremos viver em sintonia. Bjs

MZ disse...

Sara,
são os dois lados da vida, é o equlíbrio!
bjs

Lilá(s) disse...

Quando o mar se zanga o melhor é mesmo manter distãncia.
Bjs

MZ disse...

Lilá(s),
por muito que goste dele mesmo bravo, a distância é fundamental. E vê-lo de longe também é bom, u não fossemos nós apanhadinhas por ele, verdade?

bjs