sábado, 9 de janeiro de 2010

Silêncio...


Vontade castrada ou talvez não...
Entenderei eu o silêncio?

Talvez o silêncio queira dizer-me uma infinidade de coisas, ou coisa nenhuma.
Quando nele se encerram todas as dúvidas,
se calam todas as vozes...
quando nele se confinam todos os desejos e se abafam todos os gritos...
Saberei entender este silêncio?
Aceitá-lo-ei?
Talvez o silêncio queira abrir a goela e gritar... gritar...
vociferar e praguejar!
Ou então, que das gargantas do silêncio saiam gritos de timbre ligeiro, lírico, apaziguador...
No fundo, talvez seja apenas um silêncio confuso e inquieto a
tentar dizer-me que não consegue separar o real da fantasia.
É que, na realidade, silêncio é silêncio e ponto final!
Não há pio...
não há som... não há eco...
é vazio!
Entenderei eu o silêncio?

Quando do meu silêncio saltam palavras para as pontas dos meus dedos e escrevo palavras mudas e gritos abafados, guardo-o numa caixa imaginária.
Juntamente com outras coisas e pensamentos sem asas, acorrento-os e abraço-os a todos num simples querer e não poder.


O meu silêncio entendo-o bem!






(Imagem:Google)




Com carinho
MZ

14 comentários:

Anne Baylor disse...

O silêncio é tão cruel que enquanto a gente não entende, ele não se cala!!!!

Lindo ..

Lindo.

beijos e lindo ano pra vc.

Véronique disse...

je ne comprend pas mais c'est beau +++

papoila disse...

Ainda há esta hipótese:
Silêncio! Que se vai cantar o Fado.

Bom fim de semana, e que em silêncio ou em grandes conversas o passes da melhor maneira.
xx

Eva Gonçalves disse...

Lindo, parabéns...
Há quem não suporte o silêncio, eu busco-o incessantemente...é no silêncio, que encontro respostas. As palavras muitas vezes, calam-se para que os outros as entendam melhor... e nesses baús de palavras abafadas, guardamos também os seus ecos...
Beijinhos

Anónimo disse...

Não é o silêncio o grito inaudivel que nos desperta emoções e desejos? medos e pavores? riso e felicidade? Não é ele apenas...a verdade?

;) beijo
momentums

Lilá(s) disse...

E assim o teu silêncio é lindo e faz-te companhia, e que maravilhoso se torna assim escrito!
Bjs

Rafeiro Perfumado disse...

Como é que se coloca um comentário silencioso? Ah, espera, já sei...
" . !"
Beijo!

Brown Eyes disse...

O silêncio será vazio? Para mim não é. Adoro o silêncio, sinto-me relaxada no meio dele, acompanhada por ele. Lindo.

Blackberry disse...

Muito bonito.
Gostei muito deste post.
Bjnhos

MZ disse...

Anne BAylor,
é verdade...
o silêncio também nos pode martelar a cabeça impiedosamente.

Obg
beijo


Veronique,
gosto de a ver por cá e deixo uma sugestão;
o tradutor online embora não seja perfeito, ajuda a ultrapassar a barreira da linguagem...
tente!



Papoila,
também gosto do silêncio e de todo o ambiente que existe para se escutar o fado.
beijinhos

MZ disse...

Eva G.
chega sempre o momento em que necessitamos de silêncio, mesmo os que hoje dizem não o suportarem...

beijinhos


Momentuns,
todo o silêncio pode ser a verdade que queremos escutar, ou talvez não, quiçá...

beijo


Lilá(s)
desta vez precisei mesmo de silêncio para falar sobre ele...

beijinho

MZ disse...

Rafeiro Perfumado,
eu aqui a escrever sobre silêncio e afinal, quem se silência és tu...
vou ter saudades tuas, vai dando notícias...
mesmo que seja a rosnar, vá lá!

beijinhos


Brown Eyes,
o silêncio será sempre o companheiro quieto que nunca nos irá deixar sós.

beijinhos


Blackberry,
és uma querida, obg...
beijinho para ti também.

Sara disse...

O silêncio tem tanto de destruidor como de necessário. Tudo depende do momento em que nos encontramos. Bjs

MZ disse...

Sara,
tens razão...
mas é tão bom quando no silêncio conseguimos encontrar um bocadinho de paz...

bjs