segunda-feira, 27 de julho de 2009

Imagino-me...




Nas horas vagas
imagino-me costureirinha...


Costureirinha de letras
formando palavras
em delicado papel de seda
Meus dedos ágeis
modelam vestidinhos de sonhos
na minha vida
Retalhos de dor são escondidos
e bordados a pontos de sombra
e pé de flor
Fios de vida
com nós no coração
desfazem-se em laços de esperança
Linhas e fantasias
vão atenuando tristezas
e os sorrisos ganham forma de
amores perfeitos

Com carinho
MZ

2 comentários:

Blackberry disse...

E costuras letras e palavras muito bem!

Bjnhos

papoila disse...

As nossas vidas são mantas de retalhos costurados com muita paciência...
bjs