segunda-feira, 15 de maio de 2017

Fresco como se fosse mar




Texto e fotografia,Mz




Espreita-se o campo como ave de asa curta, passo vagaroso, corpo que marca a terra. Sem nunca descolar, insistimos ser leves e repetimos a passada desabotoando o caminho desta arena florida. Parecemos espantalhos afugentando os bichos. O burburinho natural quase silêncio transforma-se num alvoroço livre de bate asas, chilreios, grasnados, zumbidos, piados. Depois de todos espantados, o ramalhar suave das ervas, onde o olhar descansa fresco como se fosse mar.






 (passeios pelo campo)

13 comentários:

✿ chica disse...

Lindas, delicada flores e palavras!Adorei! abraços, linda semana,chica

AvoGi disse...

Que beleza por aqui
Kis :=}

Os olhares da Gracinha! disse...

Quanta beleza em seus olhares e ... palavras!!! Bj

Pedro Coimbra disse...

Perfuma das flores, da foto, do texto.
Cheirinho bom!!

Helena Resende disse...

Belas flores :)

http://checkinonline.blogspot.pt/

Andreia Morais disse...

Tão bonito!

r: Muito obrigada *.*

Birgitta disse...

So lovely and beautiful!

Isa Sá disse...

Bonitas imagens!


Isabel Sá
Brilhos da Moda

mARa disse...

Passeio abençoado pelas imagens e palavras!!
Lindo!!!

Mar Arável disse...

Um belo hino
Bj

Briseis disse...

Maravilhoso, lembrar e sentir mar num passeio entre as flores do campo! E as fotos das flores são maravilhosas!

Maria Rodrigues disse...

Um passeio pelo campo, encanta o olhar e alivia a alma.
Belíssimas fotografias
Beijinhos
Maria

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, lindas imagens que mostra na perfeição toda a beleza do ramalhar suave das ervas.
feliz fim de semana,
AG