sábado, 18 de julho de 2015

O Senhor Doutor



Cruzamo-nos nos corredores do ginásio. Sempre muito sisudo, sempre muito tenso, não lhe importa se o sol brilha ou se as nuvens o escondem. Não é de luas, ponto final.
- Senhor doutor não seja tão carrancudo! Dê-nos lá um sorriso para que esse azul dos seus olhos brilhe mais um bocadinho.
Mas dali não sai nada. Apenas delicadeza nas palavras e monotonia nos movimentos, na melhor das hipóteses, um esboço de sorriso, um princípio de careta feia à medida do empenho. A mecânica das máquinas até lhe assenta bem, é que quase nem se distingue se está em esforço ou em pausa.
- Respire senhor doutor, respire!
Não desiste e nós que o conhecemos de outras paragens, também não vamos desistir e muito antes do final do ano, veremos um grande brilho naquele olhar.


mz



 imagem: tela de Amedeo Modigliani
pesquisa google

10 comentários:

✿ chica disse...

Que esse doutor não desiste e que seus olhos brilhem logo!!

abraços, tudo de bom,chica

luisa disse...

A cena passa-se num ginásio, certo? Então a palavra apropriada é "Insiste", "Insiste"... :) Ele há de sorrir.

mz disse...

Chica, não pode desistir!

Bom fim de semana,
bjs

mz disse...

Luísa, é verdade :)

Bom fim de semana!

© Piedade Araújo Sol disse...

um dia sem esperar
um grande sorriso e quiçá uma gargalhada.
e ninguém vai acreditar no sorriso iluminado do Sr Dr
:)

mz disse...

Oh sim!
Seria muito melhor uma gargalhada :)

MARIPA disse...


No dia em que juntar à delicadeza um sorriso bem aberto, será um Senhor
Doutor quase perfeito...

Beijinho amigo.

Bem haja pela visita!

mz disse...

Seria quase perfeito, quase perfeito :)

Bjnhs

Agostinho disse...

Haverá sempre um néctar
que o há de t(r)ocar
basta saber como o dar

mz disse...

Mesmo que seja lento,
que chegue.