quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

A tia...



A Tia usa casaco de vison neste dia com sol de Inverno. As jóias, aparecem apenas quando leva a mão a compor a madeixa de cabelo que a laca não segura. A Tia vai falando e arrastando as vogais e algumas consoantes que compõem o seu monólogo. Acusa a agressividade da comunicação social pelo sofrimento antecipado das pessoas desta terra. Culpa-os da inquietação que atormenta os seus netos já adultos. Aconselha-os a não verem televisão, a não lerem os jornais. A Tia vai falando e ninguém a escuta. E fala e fala sozinha continuando a culpar este jornalismo exaustivo e exacerbado que até consegue destruir a esperança da maternidade. Quer bisnetos e eles não se decidem! Os seus netos pensam demais na crise, pensam demais em tudo. Têm medo do futuro. A Tia não entende, não compreende determinadas atitudes. Ela não sente a crise. Ignora que a crise toca como um rufar de tambor grave e forte que atinge as têmporas das famílias, é um trompete agudo que chega como um grito desesperado. Nada vai ser igual. Um dia é um dia, um ano é um ano. O ano que dizem agora, ninguém querer. Dois mil e doze é como um túnel pouco iluminado e ao fundo, a Tia não vê uma explosão perturbadora, apenas vê fogo-de-artifício e o brilho das suas jóias. Ignora que por aqui nada vai ficar igual.

Feliz Ano Novo, Europa!
Feliz Ano Novo, Mundo!




Escrito para FÁBRICA DE LETRAS
Tema: Crise
 
 
Imagem: Pintor impressionista
Chaim Soutine aqui
 
 
Original escrito e publicado...
Mz

24 comentários:

✿ chica disse...

A Tia não quer nem saber...Continua tudo igual pra ela.As crises? Não a afetam! beijos,chica

Lilá(s) disse...

A tia não deixa de ter razão em alguns aspetos, e se consegue abstrair-se da realidade é uma sortuda....
Bjs

El Matador disse...

Como disse o Lennon uma vez num concerto dos Beatles, em que a rainha estava presente:
- as pessoas dos lugares baratos, se gostarem, podem bater palmas, os outros, basta chocalharem as jóias.

pinguim disse...

É por causa destas tias não sentirem as crises, é que tanta gente as sente demasiado...

Mariavaicomasoutras disse...

Marz, as Tias são simpáticas mas ando farto delas!

Bjo*

Mz disse...

Chica,
como diz o povo, o pior cego é aquele que não quer ver.

Bjs

Mz disse...

Lilá(s)
que a comunicação social tem os seus exageros, lá isso tem...

Bjs

Mz disse...

El Matador,
estou mesmo a ver a raínha de lábios crispados e de mãos caídas no colo...serena por fora mas com o cérebro num turbilhão :) e na sua cabeça em vez de uma coroa, um balão com as seguintes palavras; Quão insolentes são estes plebeus!
:)

Mz disse...

Pinguim,
também concordo!

Mz disse...

Mariavaicomasoutras,
vale pela simpatia...

Bjo

Rafeiro Perfumado disse...

Sendo ela tia, como é que pode ter netos?

Mz disse...

Rafeiro P.
encomendou-os por catálogo, voilá!

manuela baptista disse...

há tias assim, Mz

mas neste aperto, o parentesco também lhes vai baralhar os anéis ou os dedos

"sei lá!"
ou o "tefone"

melhor será os sinos a rebate, isso é que era!

um abraço

Mz disse...

Manuela Baptista,
se vai minha querida...toca a todos. E lá se vão os anéis...Mas elas ainda têm os anéis para fazem frente face às adversidades da crise!!!

Um abraço também para si.

JGCosta disse...

Algumas pessoas pelo mundo afora estão da mesma forma que A Tia, sem perceber que a terra se move e a vida segue em constante mutação!

Parabéns pela participação!

Belíssimo 2012!

Abraços renovados!

Johnny disse...

Tias não sei, mas eu sei que sou um bom tio :)

Lancei-te um desafio no meu blogue :)

Mz disse...

JGCosta,
o mundo está em mudança, sempre esteve:) Mas hoje, para onde nos levam todas estas adversidades e todas estas conquistas? Longevidade, destruição, poder e riqueza, tudo sobreposto aos valores fundamentais da humanidade. Longevidade é bom :)

Um Feliz ano!

Obrigada.

Mz disse...

Johnny,
tio... um desafio para mim?
Vou ver :)

Sandra disse...

Legal.. Cada umcom seus casacos...
Nomentos de crises..Somente com carinho e paciencia..
Parabéns pela participação.
Uma roda de amigos bem legal está aqui. vou sentar contigo.

Assim como vc tbém estou na coletiva sobre a crise.
Vou te esperar para compartilhar. As coletivas vão aproximando pessoas.
http://sandrarandrade7.blogspot.com/2012/01/coletiva-tema-crise.html
Vou te esperar.
Carinhosamente,
Sandra

Catsone disse...

MZ, este tipo de tias está a ficar raro; já nem aparecem muito na televisão pq já não dão audiência, parece que já ninguém tem pachorra para este tipo de gente.

Mz disse...

Sandra,
também concordo, em momentos de crise, o carinho paciência são fundamentais, sem dúvida.

Visitar-te-ei em breve,
Bjs

Mz disse...

CAtsone,
essas a que te referes, já devem ter arranjado outras formas de rendimento :)

Bel Rech disse...

Venho pela blogagem coletiva visitar seu blog...Essa tia está parada no tempo infelizmente...
Mas´passará como tudo na vida...
Paz e bem

Mz disse...

Bel Rech,
concordo!

Paz para si também.